Tique-taque: acompanhe a sua linha do tempo de colágeno

Tique-taque: acompanhe a sua linha do tempo de colágeno

Modelo branca de cabelos pretos tocando o rosto

Tique-taque, o tempo está passando, os sinais do envelhecimento estão cada vez mais evidentes na pele e, você se pergunta: onde o colágeno entra nisso? Assim como todos os aspectos do seu corpo, o colágeno da pele também tem uma linha do tempo bem definida. É essa passagem cronológica que desenha muitas das mudanças que indicarão a sua idade. Quer saber mais sobre isso? Vem com a gente!

Características do colágeno: saiba mais sobre a proteína

Para entender um pouco da importância do colágeno, você precisa compreender uma coisa: ela é a proteína presente em maior quantidade no nosso corpo. Isso mesmo! Daí, já dá para perceber que não estamos falando apenas de detalhes. Ela é responsável por garantir estrutura e suporte do tecido conjuntivo (ossos, cartilagens, ligamentos e pele, por exemplo) [1].

Como, então, um mesmo tipo de proteína pode estar presente em áreas com aspectos tão diferentes como o osso e a pele? A resposta é simples: o colágeno também varia. Ele pode ser rígido ou flexível, dependendo de onde é encontrado [1].

Aproveite para saber mais sobre o colágeno.

Quando o colágeno começa a “envelhecer”?

Como falamos no início do texto, o colágeno também apresenta uma linha do tempo definida. Com isso, a sua presença no nosso corpo diminui, sendo uma das principais características do envelhecimento. Sabe aquela pele mais firme e durinha? Há um tempo específico no qual ela começa a perder esse aspecto. Temos um spoiler: é por volta dos 30 [1]!

“O colágeno é preservado até os 30 anos. Ou seja, a perda tem início por volta dessa idade. Depois disso, a pessoa produz aproximadamente 1% menos colágeno na pele a cada ano. Aos 40 anos, ela tem 20% de perda; aos 50 anos, mais de 30%”[2], é o que explica a Dra. Mamy Honda, Consultora Médica Galderma Aesthetics e especializada em Dermatologia pela Faculdade de Medicina do ABC.

De acordo com estudos, essa diminuição gradual do colágeno natural torna a pele mais fina e a sua estrutura cada vez mais enfraquecida [Farage MA et al. Adv Wound Care (New Rochelle) 2013; 2 (1): 5–10; Quan T e Fisher GJ. Gerontology 2015; 61 (5): 427-34] [1].

Porém, você pode reduzir os impactos desse processo garantindo uma verdadeira poupança de colágeno. Saiba mais neste artigo.

 

Estimule o colágeno e garanta os seus benefícios

Enquanto o envelhecimento é inevitável, a perda dessa proteína não. Hoje, com o aumento das tecnologias para melhorias estéticas, já é possível ativar a renovação do colágeno. Isso graças ao chamado bioestimulador de colágeno [2].

Com isso, os benefícios do colágeno, como a estrutura interna e o volume da pele são garantidos. 

O Sculptra® é o produto do portfólio de Galderma Aesthetics com essa finalidade. Para isso, ele usa o ácido poli-L-lático (PLLA) para revitalizar a produção da proteína [2]. Seu diferencial é o efeito prolongado, porém gradual: 80% dos pacientes chegaram a classificar os resultados alcançados com esse tratamento como “bons a excelentes” mesmo depois de 25 meses[3, 4].

Ou seja, os anos continuam passando e como você deixará que eles impactem a sua beleza é escolha sua. Com o bioestimulador de colágeno, você consegue a buscar a firmeza e sustentação perdida ao longo do tempo e melhorar o aspecto da sua pele.

 

FONTES:

[1] https://www.galdermaaesthetics.com/skin-news/collagen-firm-youthful-skin

[2] Shuster S., Black M. M, Mcvitie E. The influence of age and sex on skin thickness, skin collagen and density. British            journal of dermatology (1975) 93, 639

[3] https://www.galdermaaesthetics.com/skin-news/restore-aged-skin

[4] Narins R, Baumann L, Bradt F et al. A randomized study of the efficacy and safety of injectable poly-l-lactic acid versus human-based collagen implant in the treatment. J Am Acad Dermatol. 2010 Mar;63 (3):448-62

[5]https://www.galdermaaesthetics.com.br/bioestimulador-recuperacao-firmeza-cutanea

 

03/2021 BR-OTH-2100065