Afinal, o que é qualidade da pele e como os tratamentos injetáveis podem ajudar?

Afinal, o que é qualidade da pele e como os tratamentos injetáveis podem ajudar?

Modelo madura tocando levemente o rosto

Quando falamos sobre uma pele com aparência bonita, é comum usar o termo qualidade da pele. Porém, fica a pergunta: o que realmente significa? Pensando nisso, trouxemos um conteúdo especial para você entender melhor sobre o tema. Além disso, saiba como o procedimento estético facial pode colaborar nessa missão!

 

Quais aspectos definem a qualidade da minha pele?

Para definir para você o que é essa tão falada “qualidade da pele”, perguntamos diretamente à especialista, a Dra. Mamy Honda, que explica:

Qualidade da pele diz respeito ao seu aspecto. Aqui, precisamos levar em consideração padrões como: hidratação, elasticidade, maciez, luminosidade e outros”, aponta a especialista em Dermatologia pela Faculdade de Medicina do ABC.

Para saber como anda esse atributo, a consulta com um profissional de saúde da área da estética é indispensável. Ele será capaz de fazer uma avaliação facial completa, assim como perguntar sobre o que você espera [1]. Dessa forma, podemos definir alguns elementos que devem ser observados na análise:

  • Hidratação;
  • Elasticidade;
  • Maciez;
  • Luminosidade;
  • Suavidade;
  • Firmeza;
  • Manutenção dos contornos faciais.

Com isso em mente, o especialista será capaz de definir as ações mais indicadas para melhorar a qualidade da sua pele. É claro, levando sempre em consideração uma abordagem personalizada e pensada exclusivamente para você [1].

 

Como manter a qualidade da pele?

Como você pôde perceber, são inúmeros os aspectos que devem ser vistos antes de definir a qualidade da pele. Agora, você deve estar se perguntando: “como melhorar a pele?”. A Dra. Mamy Honda também nos ajudou a encontrar uma resposta para iniciar a sua jornada:

“Os cuidados básicos como limpeza, hidratação e fotoproteção são fundamentais e podem ser realizados no dia a dia”, esclarece a médica.

Ela aponta, porém, que existem fatores internos (genéticos) e externos (hábitos de vida e fatores relacionados ao ambiente), que podem interferir. Por isso, fica o alerta: o cuidado com a sua saúde reflete-se diretamente no aspecto da sua beleza. Sendo assim, durma bem, se alimente corretamente, nada de cigarro etc.

Conheça algumas dicas para iniciar a sua rotina de skincare.

 

Por que os tratamentos injetáveis são recomendados para contribuir com esse propósito?

Além das ações citadas anteriormente, a busca por tratamento estético facial não pode ser negligenciada. As tecnologias presentes nos procedimentos estéticos são incríveis e devem ser aproveitadas. Para quem deseja dar um passo ainda maior e já iniciar com os injetáveis, a resposta é excelente. Afinal, os resultados são mais rápidos e profundos.

“Os injetáveis revolucionaram o tratamento do envelhecimento da pele. Eles podem melhorar aspectos como hidratação profunda, elasticidade e firmeza. Também ajudam a aprimorar os contornos faciais, depressões e alterações estruturais que ocorrem ao longo do tempo”, conta a Dra. Mamy Honda

Então, quando começar? A médica também dá uma sugestão para isso. Ela aponta que uma boa idade é entre os 20 e 30 anos. Esse é o ponto no qual o nosso organismo começa a perder colágeno.

Nesse aspecto, uma ótima indicação é o Sculptra®, bioestimulador de colágeno. Saiba mais sobre esse tratamento aqui. uma outra excelente opção para tratar a qualidade da pele e restaurar a hidratação é Restylane® Skinboosters™. Conheça mais sobre o procedimento.

Mas, lembre-se: as melhores indicações são sempre feitas depois de uma avaliação específica. Consulte o seu especialista e observe as suas sugestões.

 

FONTES:

[1] https://www.galdermaaesthetics.com/how-to-look-fresh-skin-quality-skinboosters

03/2021 BR-OTH-2100067